Vídeo Amador Pretinha Muito Safadinha Fudendo Muito Gostoso Pro Amigo De Porto Seguro – Bh

visualizações

66 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , ,

Vídeo Amador Pretinha Muito Safadinha Fudendo Muito Gostoso Pro Amigo De Porto Seguro – Bh

Vídeo Amador Pretinha Muito Safadinha Fudendo Muito Gostoso Pro Amigo De Porto Seguro – Bh

Tudo começo quando agente foi passear em uma pracinha que tinha perto da minha vo quando vimos dois cachorros transando na época tínhamos 11 anos e não sabíamos o que era aquilo de pois fomos em bora eu lembrando da cena fomos brinca e perguntei se ela queria brinca de cachorrinho ela lógico aceito e logo fiquei em cima dela pra fazer igual ela disse mais vamos fazer igual o da pracinha tira a roupa ele tava colocando o negócio no outro e vc tem um parecido primo eu fui e subi nela e coloquei logo meu pinto na bunda dela ela disse que gostoso brinca disso ela viu meu pinto duro e disse vai primo eu fui e comecei a esfrega nela ela rebolava e tava bom e não gozava ainda mais mesmo assim fui ótimo lambi o rabinho dela aquela bunda pretinha pois ela é mulata bem gostosa e lambi sua buceta igual cachorro ela gemia e fico molhadinha em fim nossa vo nos chamos e tive que para mais teve mais nos próximos conto o que foi acontecendo durante esses anos""Ana Paula e Daniel se conheceram no colégio, começaram a ficar, de ficada em ficada, resolveram namorar sério, terminaram o colegial, entraram na faculdade. "Espero vocês vendo o vídeo de uma coroa linda e loirinha em:"Bem tudo começou quando eu e minha prima amanda passamos uma dias na minha vo sempre fomos bem a pegados e sempre ficamos juntos em fim. Nosso relacionamento não era mais de pai e filha, era de marido e mulher, e com isso a relação com a minha mulher foi esfriando, mas íamos levando a vida como dava, tudo piorou quando Luiza começou a trabalhar de dia e a ir para faculdade a noite, com seu dia puxado não tínhamos tanto tempo para nossas transas e com isso ela começou a ter ciúmes da mãe, brigas constantes entre elas deixava o ambiente cada vez pior, e Ana não entendi o motivo da agressividade da nossa filha, mas eu sabia muito bem, e logo as brigas pioraram e eu acabava brigando também e já não agüentava mais essa vida, tomei então a decisão de sair de casa, Ana não ficou tão abalada quanto imaginava, talvez tivesse algum caso que eu não sabia, mas pouco me importava.

Meu marido pouco se importou, como sempre. Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. Havia combinado de passar com amigos na praia da Barra da Tijuca aqui no Rio de Janeiro, vim mais cedo para deixar o carro devido a noite ser bem difícil achar vagas. Estava eu em casa numa tarde, bebendo uma vodka, e começou a anoitecer, quando passou um amigo meu lá e entrou beber comigo,depois de várias doses juntos, e muito papo sobre rock, começamos a falar de sexo e fui ficando com muito tesão e como estava meio bebado já, perguntei a ele se já tinha comido um homen, ele me disse que há muito tempo quando era criança, e perguntei a ele como tinha sido, e ele me passou a contar como tinha sido, então me aproximei dele e meti a mão no pau dele e disse que tava afim de dar pra ele, ele me disse: Calma mário vc está bebado, eu disse: Não dá nada não me come, deixa eu chupar seu pau, bebado é mais gostoso, vamos, e já fui desabotoando a bermuda dele e tirando seu pau duro, ele nem reagiu, disse vamos então, só fecha a porta do quarto, eu disse pra relaxar que eu estava sozinho em casa e meus pais só iriam voltar de madrugada, então ele se deitou na cama e tirou toda roupa, fui por cima dele e começei a chupar o pau dele bem gostoso, punhetava e chupava ele, lambia engolia e ele só gemia, depois me disse pra deitar do lado dele, me deitei e tirei minha roupa, ele encostou seu pau na minha bunda e passou a esfregar o pau no meu cú, eu me debruçei na cama e alcançei um creme hidratante que estava no criado e pedi pra ele passar no meu cúzinho, ele passou e colocou o pau, entrou tão macio e tão gostoso que não demorou muito e ele já colocou tudo, e me pediu pra mexer no pau dele, me virei e fui por cima dele, sentava e subia com força e velocidade, estava tão chapado que perdi totalmente a vergonha, subia e descia com vontade rebolava e dizia que estava tão gostoso que ia querer de novo, ele só ficava deitado me olhando e dizendo que estava uma delicia, até que ele disse que ia gozar, então sentei até entrar tudo e começei a rebolar com força, ele não resistiu e gozou gostoso,gemeu alto e me deu um tapa na bunda, e disse que cuzinho gostoso mário, quero te comer de novo, eu sorri e disse, quando você quiser meu gostoso……Ela tentou me ajudar a fazer o almoço, como a cozinha era bem pequena ficávamos todo tempo nos esbarrando e nos tocando sem querer (no meu caso querendo). Não sou dotado de nada sou normal, mas tenho uma pica que fica dura feito pedra, minha amada adora, desde os 26 anos leio conto erótico nunca acreditei na maioria deles mas agora que vivo isso venho aqui para contar a minha história sexual com minha quase esposa, uma loirinha linda de seios pequenos duros bucetinha linda as vezes com pelos loiros, pernas e braços pintados, coxas grossas, com seus 32 anos, transformei ela numa safadinha, não entendemos o porque que nos excitamos com os contos e os mais variados possíveis eu sempre me excitei imaginando minha namorada e outro cara, ou com outra mulher, e as mulheres são mesmo putas no bom sentido da palavra cada uma de forma específica e nós homens adoramos esse comportamento delas porém que não fuja do nosso controle…basta passarmos segurança e deixá-las se sentirem a vontade para fazer o que elas quiserem no meu caso aconteceu de forma natural uma vez estava no carro com minha namorada e pedi para ela ficar com a bunda encostada na janela e chupar meu cacete falei de forma de brincadeira mas ela prontamente atendeu e começou a me chupar de forma que minha pica ficou dura feito pedra e ela me perguntou amor porque seu cacete ficou assim tão duro e eu respondi é que tem um cara vindo em nossa direção ela se assustou um pouco mas eu disse que tudo bem ele só estava olhando, mas ele veio se aproximando e ficou bem de perto olhando com a cara de guloso pra bunda de minha namorada que estava com uma calcinha toda enfiada na bunda de repente o cara tirou a pica pra fora fiquei um pouco receoso e mandei ele se afastar e ela se sentar quando ele se afastou pedi a ela pra recomeçar mas agora com os peitinhos livres e com a calcinha mas dentro ainda daquela bunda maravilhosa, ela começou a chupar meu cacete novamente com aquele bundão para fora da janela do carro e o cara quando viu se aproximou muito que não vimos pois o tesão era muito e só percebemos quando ele pediu para passar a mão na bunda dela ficamos pasmos com e pedido atrevido dele e perguntei a ela se podia e ela disse que por ela tudo bem se eu deixasse é claro e então fiquei um pouco com raiva, ciúmes e tesão , o tesão foi mas forte pois nunca tinha visto ela ser putinha assim, então deixe o cara tocar na bunda dela, ele alisava toda a bunda com a calcinha toda enfiada enquanto ela chupava meu cacete que já estava prestes a gozar em sua boca foi quando ouvir ela dizer com a voz rouca e bem baixinho mete sacana, fiquei curioso quando olhei o cara estava enfiando o dedo na buceta dela sem o menor pudor foi quando ele afastou a calcinha e começou a chupar a buceta dela e a minha namorada estava se transformando em uma putinha safada e eu sem saber o que fazer pois estávamos em um estacionamento em nossa cidade, mas estava muito gostoso ver tudo aquilo e ainda ser chupado por minha safadinha, ela tirou o meu pau da boca olhou pra traz e falou chupa seu safado não é isso que você quer e voltou a chupar minha pica e bateu uma punheta toda meladinha não pude mais segurar e gozei tudinho em sua boca não precisou pedir quando o cara viu que eu tinha gozado saiu agradeceu por ter deixado ele sentir um pouco daquela mulher gostosa, ela tirou a calcinha limpou meu cacete e saímos em silêncio, ao chegar em casa pedi a ela que fosse tomar um banho e depois eu dei um banho de língua nela chupando toda a bucetinha e bunda dela que é linda retribuindo o prazer que ela havia me dado ela não queria gozar em minha boca e pediu que enfiasse minha caceta que já estava dura feito pedra assim meti tudo não demorou muito e ela gozou gritando muito, tomamos outro banho, nos beijamos e fomos dormir agarradinho. – Me fode safada… arrebenta meu cuzinho!!E eu obedecia… meti bastante e quando estava quase gozando mandei ela me chupar novamente…Ela chupou e enfiou um dedo no meu cu, depois dois dedos… e ficou mamando e me fudendo com os dedos até eu encher a boca dela com minha porra!!Foi um prazer imenso!!Tomei um banho e me despedi promentendo voltar.

porra páaaaaaaara tá doendo!” mas o pilantra segurou ela firme e continuou arrombando o cuzão de mãiiiinha que muito provavelmente pouca experiencia teria até então em tomar no cú. Ele pediu para eu tirar a roupa, agora estavamos os dois nus, ele começou acariciar meu pau e minha bunda, me pos de lado e passava a mão por traz que ia do meu pau até meu cú, até que ele enfiou o dedo e começou a brincar com meu rabo me dando muito tesão, seu mastro já crescera em minha mão, me pediu para ajoelhar-me no chão apoiado na cama, veio por traz e enterrou sua lingua no meu cú me levando ao delirio, nunca havia sido chupado assim, brincou por uns 5 minutos e apontou a cabeça de seu pau na entrada de meu cuzinho lambuzado com seu cuspe e forçou a entrada, passou a cabeça com uma leve dor mas muito tesão, e foi enfiando todo o resto que eu ajudava entrar rebolando, entrou tudo, sentia seu pau todo dentro de mim e seus pentelhos roçando minha bunda, começou a bombar bem gostoso, hora devagar, hora com vigor, me chamava de sua putinha e me fez gemer como uma cadela no cio, meu pau pingava de tesão, passou o braço pelo meu corpo para dar mais apoio enquanto socava, e eu lhe puxava pelas pernas contra mim.