Vazou Mais Um Video Enfermeira Pelada Fica Pelada Corninho Puteiro Em JoÃo Pessoa ParaÍba

12 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

12 seg

Categoria:

Tag:

Vazou Mais Um Video Enfermeira Pelada Fica Pelada Corninho Puteiro Em JoÃo Pessoa ParaÍba

Vazou Mais Um Video Enfermeira Pelada Fica Pelada Corninho Puteiro Em JoÃo Pessoa ParaÍba

Conhecemos a 02 anos um casal da Paraíba, na faixa dos 40 que mudaram para nossa cidade ficaram nossos amigos. Levou-o ao cartório, conseguiu um lugar bom para estacionar, foi com ele e aguardaram uns 15 minutos até os funcionários conferirem, carimbarem e assinarem tudo; ele pagou, guardou a papelada toda num envelope e voltaram para o carro.

Verdade padrão eu tenho que da um jeito é no Gabriel que é virgem ate hoje patrão, levar ele num puteiro talvez… rimos junto.

Ela pegou um recipiente de plástico e foi coletando o leite a medida que apertava o seio direito dela;nesse momento o socorrista só assistia,até que a enfermeira sugeriu que ele fizesse a mesma massagem no seio esquerdo,ele pegou o creme e foi passando e apertando o seio da minha mulher. Acho que gostaria de me ver dando ou até mesmo que mais pessoas me vissem dando, muito mesmo.

Nós moravamos no joão paulo em São luís do Ma, onde ainda moro,só mudei de bairro algumas vezes. – Até parece que você não gosta quando eu me encanto com algum vizinho… adora saber que sua mulherzinha fica pelada na casa deles, chupa o pau deles, deixa eles enfiarem o pau em tudo que é buraco… vai me dizer que não gosta, palhaço!Brinquei com ela:– Mas você faz tudo isso com os vizinhos? Achei que era só comigo!– Olha que eu faço uma greve de sexo nesta casa…– Greve de quantos minutos?Ela riu, pulou no meu colo e me beijou, e dos beijos passamos ao rala e rola.

Uns no cuzinho, outros na buceta e outros apenas na boca, mas o único macho que amo mesmo é o meu corninho que fica feliz em me ver usando por outros homens. Ele terminou de me falar aquelas coisas e puxou a calça para baixo mostrando o pau dele, era muito grande, pelo menos para mim que nunca tinha visto um pau sem ser o meu mesmo ou em vídeos parecia enorme, um pau de um garoto de 16 anos era bem diferente do meu ainda sem pelinhos, fiquei sem ação, não conseguia parar de olhar, mas muito me senti ofendido também, não respondi nada, eu queria ficar olhando, na hora juro que pensei em dizer que iria, mas também não queria ser chamado de viadinho, putinho, putinha ou nada disso, o que o Maurício estava pensando.