Siririca no banheiro ate gozar

1 min 1 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

1 min 1 seg

Categoria:

Tag: ,

Siririca no banheiro ate gozar

Siririca no banheiro ate gozar

Não queria parar, e pedia para ela rebolar cada vez mais, como Sara era gostosa, queria ver ela cavalgando no meu pau, queria comer ela de ladinho, queria que ela sentasse no meu colo, mas não tinhamos mais tempo, e pedi para ela chupar meu cacete, pois queria gozar na sua boca,ela jogava a bunda cada vez mais forte contra meu pau, me arrancando gemidos, eu não estava mais aguentando, até que a safada se virou, abocanhou meu pau e começou a chupar freneticamente, gemendo com ele na boca, me puxando, querendo engolir cada vez mais meu pau…Antes de gozar, escutei o som alto do carro de seu irmão se aproximando, Sara não deu a minima e continuou chupando e gemendo cada vez mais forte…gozei como um louco, e Sara engoliu tudinho!Limpou a boca com a mão, ajeitou o vestido, pegou a calcinha do chão, apertou meu pau e disse:-Essa foi só a primeira, guarde nosso segredo, na proxima quero você com mais tempo!E correu para o banheiro.

Mas recuperei e fingi que estava tudo no script!!! Comecei a chupar e a punhetar e vi a cada dele de prazer isso me excitou tirei a cueca dele e minha calcinha.

Mas era japonesa, mesmo, de verdade, me mostrou os documentos dela. Imediatamente ela começou a passar a língua na cabeça da minha pica, e ficou punhetando o meu caralho com a boca, até eu gozar tudinho na boquinha dela. Na enorme suite que alugamos, assistimos, excitantemente, às duas se despirem um à outra. Nossa tia então se levantou, pegou o lubrificante e com o dedo, começou a preparar o rabo de Gabi que só parou de me chupar, quando tia Sandrinha sinalizou que estava tudo pronto.

Um dia estava aqui louca de tesao e resolvi mandar algumas fotos da minha bucetinha pra ele enquanto batia uma siririca gostosa. Minha mulher gozou logo, o travesti tirou sua pica de dentro dela e perguntou pra ela se ele poderia comer meu cuzinho, minha mulher adorou a pergunta, pois sempre quis me ver dando o cu.