Putaria brasileira brasileira tarada demais sexo no banheiro com paciênte de natal – rn

1 min 31 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

1 min 31 seg

Categoria:

Tag:

Putaria brasileira brasileira tarada demais sexo no banheiro com paciênte de natal – rn

Putaria brasileira brasileira tarada demais sexo no banheiro com paciênte de natal – rn

Bem, a sedução dos americanos pelas brasileiras começa… pela bunda! Então, quando ele se dispunha e me ensinar alguma coisa, eu colocava os menores shortinhos para realçar meu bumbum.

E lá foram eles, conversando, ela disse que era brasileira, ele era dali mesmo. Até que um dia sai com um cara 10 anos mais velho Q eu e que mostrou realmente o lado bom de foder, encontrei com ele no Shopping Ibirapuera e seguimos para um drive na Indianopolis demos alguns amassos então ele me colocou em cima da cama que tinha lá e começou a chupar meu grelinho ele chupava tão intensamente que não conseguia nem respirar de tão ofegante que estava nossa um delírio até que …… Dei um banho nele isso mesmo um banho, fiquei assustada pois não sabia o que tinha acontecido fiquei muito sem graça pois não tinha o que falar, ele perguntou o que tinha acontecido eu sinceramente Tbm não sabia e falei Q tinha certeza que não fiz xixi, ele respondeu mas não é xixi mesmo vc jorra , nossa vc jorra porra , vc goza gostoso demais e voltou a me chupar com mais vontade ainda e gozei de novo e de novo, e então descobri como é gostoso gozar, achava que só acontecia em filmes porno, achei Q era até montagem, mas não é real eu sinto e eu gozo profundamente. Numa certa hora, as 2 moças foram ao banheiro e eu fui junto…(coisas de mulheres, vocês sabem)… e deixamos meu marido, Pedro e Sergio jogando conversa fora. Na época eu tinha 14 anos e ele 16, eu era parecida com o que sou hoje, apenas mais baixinha, hoje tenho 1,65 m, e também meus seios e bumbum eram menores, além da minha vagina ser mais apertadinha, desde meus 12, 13 anos eu era tarada pelos meus irmãos, Pedro, e também um mais novo. – E você, não quis vir morar na capital, preferiu continuar em sua cidade natal…casou-se? Tem filhos?– Casei ano passado, nem convidei vocês porque não foi desses casamentos de igreja, recepção… fizemos nada disso, mas eu comuniquei ao Kaplan.

Apesar da putaria que tinha acabado de rolar no quarto ele não queria que a festa inteira soubesse que ele era um corno.

Essa uma semana não passava, estava ancioso pra poder pegar naqueles pezinhos, mas o dia chegou, perguntei a minha atendente sobre a minha agenda e ela me informou que alguns pacientes tinham desmarcado no final do dia, mas que tinha uma paciente que ela estava tentando antecipar mas não estava conseguindo, era justamente minha princesa dos pés lindos.