Loirinha abrindo a buceta no banheiro

19 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

19 seg

Categoria:

Tag:

Loirinha abrindo a buceta no banheiro

Loirinha abrindo a buceta no banheiro

Voltei para a sala e ia ligar a televisão quando ouvi barulho da porta da varanda se abrindo. Tentei empurrar e reclamei que doeu muito.

Entrou no banheiro e viu o irmão, peladíssimo, com o pau gostoso, dentro da banheira, se enxaguando, parecia que já ia terminar o banho. Meti então meu dedo médio em seu cuzinho e fiz movimento de vai e vem como se a fodesse com o dedo, tirei meu pau de sua buceta e encostei em seu cuzinho, ela então disse: aí não, dói, seu pau é grande, vai me machucar.

A bebida realmente me deixou um pouco alta, mas também havia me deixara mais atirada e safadinha.

Percebi que eles já estavam bem íntimos.

Depois de ler algumas historias, me deparo com alguns relatos de uma usuaria, que vou chamar aqui de Claudia (ficticio), contos reais, e que assim como eu, gostava de se aventurar por aí, li seu conto, deixei um comentario dizendo que adoraria me aventurar com ela, seguido do meu email, desliguei o notebook e fui embora. Após alguns minutos ela enlouquecida virou no sofá jogando Roberto no chão e sentando de uma só vez encima dele, que aos berros, com estocadas fortes gozou feito uma cadela no cio. lembra disso mau??Mas ela estava feliz.

Não queria parecer uma desengonçada. Logo após, eu ter dado aquela gozada gostosa em sua boca, ele parou de me chupar, deitou se ao meu lado e falou, vem em cima de mim e coloca essa loirinha gostosa na minha boca, quando eu olhei pra ele e vi aquele pau duro apontado pra cima, eu fui mais que depressa, coloquei a minha bucetinha em sua boca e abocanhei aquele pau delicioso, que estava a minha espera, era uma delicia, que maravilha, eu chupava o seu pau e rebolava em sua boca, meu irmão socava a língua na minha boceta e enfiava o dedo no meu cuzinho, fazendo um vai vem bem gostoso e delicioso. 9 horas da noite avisto uma gata com algumas amigas bebendo num lugar top da cidade, me ve e manda um zap pra chegar lá, continuei na banda, passei de novo me chamou, parei…entraram ela ( roberta ) nome ficticio e mais 2, andanos demos risadas, cantamos e tocamos o terror assim dizendo, 11h30 da noite as duas quiseram ficar onde estavam e as deixei la, a roberta estava com uma mini saia branca, calcinha desenhada na bunda, bem atoladinha, separado bem seu rabo gostoso,coxa grossa e torneada, cabelo preto e longo, ela topa qualquer coisa, e por isso tem minha atenção, siliconada, mulher cavala, tattoada, uma makina de tranzar, emfim, falei pra ela chegarmos na minha casa ou parar em beber, topou na hora, paramos beber conversa vai conversa vem, aquele decote tava me matando, vontade de tirar o pau pra fora e encher aqueles peitos de leite, começamos a falar muita putaria, bar fechando, fomos dar mais uma volta, convidei para ir pra minha casa, topou pq sabia q a putaria ia começar, porém quis passar na sua casa pegar umas ropas pra passar a noite.