Loira casada transa com novinho no carro enquanto o marido dirige

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , ,

Loira casada transa com novinho no carro enquanto o marido dirige

Loira casada transa com novinho no carro enquanto o marido dirige

Achei que fosse a Loira, mas pra minha surpresa, era mais um cara. Que coincidência incrível encontrá-la ali!– Miriam… nossa, minha amiga… sou eu sim e você continua linda como sempre!– Ah, para com isso, seu galanteador! Agora sou uma senhora casada!– Uai… só porque é casada não pode mais ser linda?Riram, ela entrou no carro e perguntou o que ele estava fazendo ali.

Aquele dia foi inesquecível, foi o dia mais prazeroso da minha vida, mais prazeroso que meu casamento inclusive, as vezes eu brinco com as meninas que vou separar para casar de novo e a gente fazer outra despedida de solteira lésbica daquela, todas apoiam.

Ele puxada meus cabelos com uma das mãos e apertava meus seios com a outra, enquanto enfiava o cacete com toda força.

A mão da Marlene pega o pinto do Rafael e dirige para o meu cu.

Aí… o maridão apareceu, do nada! Me assustou vê-lo chegar!Olhei para ela, que começou a rir, riso acompanhado pelo marido.

Gozou metendo e eu com um pau enorme de novinho no cu. Depois disso deitei ele no chão e lambi o pau gostoso dele, eu lambia as bolas dele e dava umas mordidinhas na ponta daquele pau vermelho,e lambia cada vez mais, eu resolvi que ele ia meter em minha de uma forma diferente, deitei e coloquei ele em cima de mim com o pau já dentro começei a fazer aqueles movimentos e ele ajudava fazendo também foi uma ótima transa depois ele meteu em mim da forma tradicional e ainda meteu no meu cozinho aí foi delicioso depois bati uma punheta nele e ele gozou muito no meu rostoDepois conto pra vcs como transei com um mendigo de pau gostosoBeijinhos"– Alex, você já transou com mulheres mais velhas?Este não é um conto qualquer,não é uma narrativa do meu imaginário ou a descrição de algo que não participei.

E no meio do caminho passa um carro preto e para do meu lado e era eleEle apenas sorriu e deslisou uma das mãos por de baixo do meu vestido, pressionando a parte interna das minhas coxas, para chegar na minha calcinha atoladinha.