Comendo um cu no banheiro

2 min

Categoria:

Tag: ,

visualizações

2 min

Categoria:

Tag: ,

Comendo um cu no banheiro

Comendo um cu no banheiro

Nesse momento comecei a ficar aterrorizado, com medo de que tivesse feito uma bobagem, e que ela mudasse comigo daquele dia em diante.

Era da pá virada! Por tudo e por nada, além dos namorados que ela arrumava – e como arrumava! – ela aparecia de surpresa em meu apartamento e a gente acabava rolando na cama, ou no sofá, ou no banheiro… suas visitas eram sempre prazerosas!Dia desses, ela me chega com uma sacola de loja famosa.

Foi até depois de ignora ele por mais de duas semanas resolvi falar com ele,e quando deu um oi ele ficou com um sorriso na cara depois dei um thau e foi pra minhas migs. dei umas pancadas forte comendo aquele tremendo rabo gostoso… minhas bolas batiam na sua xoxota…Dai eu já não me segurei.

Ela então me puxou pra cima de si e me beijou, disse que nunca havia sido chupada daquele jeito, e que nunca gozara sendo chupada, que estava em êxtase. Ela respondeu dizendo nao acreditar nisso.

Sentou próximo a nós dois e sempre iniciava um papo conosco.

Novamente ele exerce força total e num único movimento recebo todo aquele pinto em meu reto, era prazer demais para mim. A orelha também é uma zona erógena e no caso dela muito sensível.

"Então sugeri que saíssemos dali um pouco, onde estávamos todos, inclusive seus pais, para que ela pudesse revelar mais detalhes daquela história sem constrangimento.

Quando cheguei em casa recebi uma mensagem dele dizendo:“Te espero pra próxima “""Bem, sempre fui viciada em sexo, desde minha adolescencia sempre fui uma menina “esperta” , gostava muito de usar roupas que destacassem o meu corpo, e tinha uma mania que tenho ate hoje de provocar homens.

Já imaginando o que ela pretendia, Beto a acompanhou ao apartamento.

A coisa tá bem animada por lá – convidou.

Colocou-a sentada no banco, ajoelhou na frente e sua língua grossa e seus dedos calosos fizeram ela gemer bastante.

Dois tapas bem fortes na nádega direita. Enfim, ele subiu, foi no banheiro e sentou no sofá comigo. Ele a seguiu, certamente com o olhar fixo em sua bunda, e todo o resto.